Sobre brasileiros e brasilidade

Recentemente, a Coca-Cola divulgou o futuro hino da Copa no Brasil. No mesmo estilo do hino da África, é uma baladinha pra pegar e ser cantada mundo afora.

Um pouco antes, a mesma divulgou um hino da felicidade cantado em português por uma cantora brasileira. Os resultados foram críticas e mais críticas à cantora que,  “não representava o país e nem a torcida verde e amarela”. A melodia, entretanto, segue com o mesmo grupo musical que não incomodou a maioria dos brasileiros.

A marca não deixou de fazer sua parte falando da felicidade e buscando elementos populares no Brasil. Mas, ainda assim, não agradou.

Envolvidos na comunicação, publicidade e afins, seria legal pensar o que afinal é ser brasileiro. O que realmente tem a cara do Brasil? E como você gostaria de ser visto aqui e lá fora?

Difícil falar em uma cara só. Delicado excluir ritmos, sons e atitudes, como se não fossem daqui . No Brasil, misturamos tudo. Na miscigenação, na cultura, nos hábitos, nos sotaques (que vão do Nordeste ao Sul) e, não seria diferente na música. A música é um grande espelho do Brasil há anos, mas não estaríamos presos no passado imaginando que apenas a Bossa Nova e o Samba nos representam?

Fica a dúvida ou a reflexão…

Tags: , , , , , , , , , ,